Cursos gratuitos sobre robótica, eletrônica e marcenaria

Laboratórios de fabricação digital oferecem cursos gratuitos sobre robótica, eletrônica e marcenaria 

O Fab Lab Livre SP, da Prefeitura de São Paulo, é uma das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo. Inspirados na filosofia “Faça Você Mesmo”, os Fab Labs são espaços colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão possui acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Utilizando tecnologia de ponta, é possível criar quase tudo, de uma pequena escultura a um drone, robô ou prótese.

São mais de 30 tipos de cursos e oficinas regulares sobre temas como modelagem 3D, robótica e marcenaria, eletrônica e fabricação de projetos. Os Fab Labs são dotados de equipamentos avançados como impressoras 3D (impressão de objetos), fresadoras (usada para cortes ou desbastes de madeira, plásticos e isopor), fresadoras de precisão (capazes de produzir placas de circuitos eletrônicos), cortadoras de vinil (permite precisão no corte de adesivos e papéis de gramaturas variadas) e a laser, com precisão milimétrica.

Qualquer cidadão pode participar, basta levar uma ideia ou projeto para qualquer uma das 12 unidades espalhadas pela cidade.

“O foco do programa é na experimentação e no desenvolvimento de projetos criativos. Queremos fomentar a criação de uma rede colaborativa  e ampliar o acesso da população às novas tecnologias”, explica Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia, pasta que responde pelo programa

O Fab Lab Livre SP tem como objetivos amplificar as potencialidades da cultura maker, fortalecer as abordagens criativas e a aprendizagem ativa, incentivar as pesquisas acadêmicas que fomentam a prototipação e o uso das ferramentas de fabricação digital, assim como gerar oportunidades para o empreendedorismo local.

A programação completa de cursos e oficinas ofertados e endereços das 12 unidades está disponível no site e no Facebook: http://fablablivresp.art.br;

https://www.facebook.com/fablablivresp   

Fonte: Prefeitura de São Paulo