Faça você mesmo: dicas para pintar a casa sem ajuda profissional

Faça você mesmo: dicas para pintar a casa sem ajuda profissional

Para auxiliar os consumidores que desejam economizar e ainda serem responsáveis pela transformação do lar, Ádame Silva, coordenador da divisão de tintas da Telhanorte, orienta quais acessórios, além da tinta, devem utilizados. 

Segurança

Itens como óculos, máscara e luvas protegem, evitam respingos nos olhos ou a inalação de poeira.  Proteger o piso e os móveis também é parte importante antes de iniciar o trabalho com a pintura. 

Corrigir imperfeições

“Para paredes internas e fora de locais úmidos, a massa corrida pode ser utilizada. Já em ambientes externos que recebem água e umidade, o ideal é utilizar a massa acrílica”, aconselha o coordenador. 

Aplicação

Para aplicar a massa, uma espátula pode ser utilizada. Após a aplicação e a secagem da massa, utiliza-se uma lixa para afinar o acabamento. Para a pintura, há outros acessórios que são necessários, como o mexedor, a bandeja e o rolo. “Utilize o mexedor assim que abrir a lata de tinta para deixá-la homogênea. Em seguida, despeje a tinta no fundo da bandeja. Na bandeja, é necessário retirar o excesso de tinta do rolo, evitando manchas na parede”, explica Ádame.

Com relação aos rolos e trinchas, que são mais conhecidas como pincéis, existem diversidades de modelos e tamanhos. Os rolos, por exemplo, podem ser sintéticos, de lã ou de lã mistas. Já as trinchas são utilizadas nos acabamentos mais finos, como rodapés ou contorno de teto. 

Calcular a quantidade de tinta

Há diversos aplicativos para ajudá-lo. Um exemplo é o Cálculo de Tintas. A especificação é feita por meio da metragem do espaço e do detalhamento da tinta que será empregada na superfície.