Lentes básicas, plus e premium?

Lentes básicas, plus e premium: qual o melhor modelo para os seus óculos?
Quem usa óculos sabe como o tipo de lente escolhida é importante, não só para corrigir o problema de visão, mas também para deixar o dia a dia com óculos mais confortável. Entre os critérios para decidir estão frequência de uso do óculos, necessidade de tratamentos e o preço disposto a pagar.

Paula Gusmão, CEO da eÓtica, listou as principais características dos três diferentes tipos de lentes:

Lentes básicas: são as mais simples que existem, não oferecendo nenhum tipo de tratamento, como o antirreflexo e o antirrisco. Elas são recomendadas para as pessoas que usam pouco os óculos, em atividades mais simples.

Lentes plus: ideal para quem trabalha em frente ao computador o dia todo ou usa o celular muitas horas por dia. Elas têm tratamento antirreflexo, o que evita o cansaço visual durante a leitura. Apesar disso, óculos que contam com o material não oferecem outras soluções específicas, como o antirrisco, antiembaçante e antiengordurante. Possuem o valor intermediário entre as outras opções.

Lentes premium: para quem deseja um material que reúna todos os tipos de tratamento oftálmicos, essas são as ideais. Mas para optar pelo material correto é necessário, além de avaliar as suas necessidades diárias, prestar atenção em outros requisitos, como definir se os óculos terão lentes multifocais ou fotocromáticas e a espessura do material — superfina, fina ou grossa. O tempo de uso diário da peça também deve ser levado em conta. Por isso, conversar com o seu médico sobre todas essas questões é pré-requisito básico na hora de decidir qual lente irá adquirir.